quarta-feira, fevereiro 21, 2018

Metodologias ativas de aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica

ATENÇÃO!!
O MATERIAL NÃO É DE MINHA AUTORIA, ESTOU APENAS COMPARTILHANDO.



A Educação Profissional tem sido objeto de discussões focalizando prioritariamente as organizações curriculares e percursos formativos, com menor ênfase em metodologias de aprendizagem voltadas para a construção de competências profissionais. Este artigo incentiva a revisão de práticas tradicionais de ensino e discute possibilidades de metodologias ativas na Educação Profissional, especialmente as metodologias Aprendizagem Baseada em Problemas e Aprendizagem Baseada em Projetos. Ambas têm um ideário favorável às necessidades da Educação Profissional e podem gerar práticas docentes inovadoras no contexto da formação profissional, superando limitações dos modelos tradicionais de ensino.


Resultado de imagem para sala de aula
Para ler na integra acesse o link abaixo:

terça-feira, fevereiro 20, 2018

História da Educação [PROVA}

História da educação

PERGUNTA 1 Resposta E

Observamos que dentro do período que compreende a Reforma e a Contra-Reforma, houve uma manifestação religiosa, tanto no aspecto espiritual quanto político relacionado ao domínio da sociedade de acordo aos seus interesses, porém houve uma manifestação no que se refere à educação nos dois períodos. Diante dos aspectos positivos e negativos trazidos para a educação, assinale a alternativa correta.
a. No período da Reforma podemos observar que a educação priorizava o preparo rigoroso com a mente e na Contra-Reforma a educação está baseada nos jogos e nos exercícios físicos.
b. Era recomendado dentro do contexto educacional o estudo da matemática e literatura na Contra-Reforma, enquanto na Reforma a educação estava baseada aos manuais de instrução e organização (Radio Studiorum).
c. O objetivo da Contra-Reforma era o trabalho de alfabetização voltado para a leitura do livro sagrado e na Reforma a formação estava voltada a formação dos padres.
d. A Reforma foi propagada através de ordens religiosas espalhadas pelo mundo com o único objetivo de catequizar as pessoas enquanto a Contra-Reforma tinha como líder Martinho Lutero priorizando o estudo dos monges.
e. A educação na Reforma propunha uma educação contemplada entre jogos, música, matemática e história e a proposta educacional da Contra- Reforma era a formação para o magistério através de manuais, normas e informações bibliográficas.

PERGUNTA 2 Resposta I apenas B
Diante dos conceitos apresentados no início da Unidade, podemos dizer que existe uma ligação, ou melhor, um elo entre a história, educação e pedagogia, permeando a influência direta do homem nesses aspectos. Você acredita que o homem é um ser histórico e cultural e que sua educação está diretamente ligada a essa perspectiva, assinale a alternativa que mostra essa ligação.
a) A ligação é feita porque o homem é produto da sua própria cultura, é feito de história e faz a história, em todos os lugares entre os diversos grupos sociais existe uma troca dentro das diferentes culturas, essa troca nada mais é do que a educação.
b) O elo de ligação se dá somente porque o homem é um ser histórico sem cultura própria, já que o homem traz consigo a sua história, assim produz o seu trabalho.
c) A perspectiva histórica mostra que o homem é feito de história e faz a história e que a educação é somente resultado dessa história.
d) A educação pode ser vista dentro de uma perspectiva de ação do homem modificando sua herança cultural.
e) O homem é feito de tempo e não de cultura, por isso a educação deve estar concentrada nas salas de aula.
Podemos dizer que está correta afirmação da alternativa:
I. apenas a alternativa b.
II. as alternativas a e c.
III. alternativa d e E.
IV. alternativa a.
V. alternativas b e E

PERGUNTA 3 Resposta D
Podemos dizer que a Grécia é o berço da Pedagogia por sua trajetória, aparição dos filósofos e seus questionamentos relacionados à educação, concebemos três principais filósofos, identifique qual dos filósofos tinha como ideal de educação, diante da frase que representa o seu pensamento.
“a educação não serve apenas para alcançarmos o conhecimento de fora para dentro, mas para despertar no indivíduo o que ele já sabe”.
a. A citação refere-se ao pensamento de Sócrates.
b. Alexandre o grande, tinha esse ideal de educação.
c. A citação refere-se ao pensamento dos sofistas
d. Platão acreditava nesse ideal como educação.
e. O pensamento é de Aristóteles.

PERGUNTA 4 Resposta D
Temos um olhar marcado para o período da Idade Média, já que foi um longo tempo cerca de mil anos de predominância da religião, principalmente do aspecto referente à educação. De acordo com o trecho a seguir, identifique qual era a posição da Companhia de Jesus diante da educação burguesa.
“Repetições em casa. Todos os dias, exceto os sábados, os dias feriados e os
festivos, designe uma hora de repetição aos nossos escolásticos para que assim
se exercitem as inteligências e melhor se esclareçam as dificuldades ocorrentes".
a. A educação burguesa não era prioridade na Idade Média
b. A educação estava centrada em formar cidadãos
c. O ensino era voltado para formação de monges
d. A educação priorizava a formação dos padres
e. A educação era pensava somente nos plebeus.

PERGUNTA 5 Resposta E
A nova visão de homem, mundo, sociedade e educação que surge no período do Renascimento, compreendido entre os séculos XV e XVI, contrapondo com o movimento humanista marcado por um novo estilo de vida. Este movimento é caracterizado pela formação do indivíduo, dentre os Humanistas apresentados no decorrer da Unidade, informe o autor da seguinte citação.
“Só nos esforçamos por guarnecer a memória, deixando de
lado, e vazios, juízo e consciência. Assim como os pássaros
vão às vezes em busca de grão que trazem aos filhotes sem
sequer sentir-lhe o gosto, vão nossos mestres pilhando a ciência
nos livros e a trazendo na ponta da língua tão somente para
vomitá-la e lançá-la ao vento".
a. Martinho Lutero
b. Inácio de Loyola
c. Erasmo de Rotterdam
d. Juan Luis Vives
e. Michel de Montaigne

PERGUNTA 6 Resposta C
O pensamento de Michel de Montaigne (1533-1592) nos chama a atenção no que se refere a uma contraposição à visão de homem apresentada no pensamento da Idade Média. Como você definiria o seu pensamento, de acordo com as perspectivas abaixo.
a. O pensamento de Michel Montaigne está voltada à crítica sobre a Reforma - Protestante, por priorizarem os jogos e exercícios físicos.
b. Montaigne era um integrante da Igreja Católica, por esse motivo acreditava que a educação deveria enfatizar a formação do homem cristão.
c. O pensamento de Montaigne está presente na flexibilidade e na verdade, por isso crítica a educação medieval que priorizava uma formação dentro do aspecto de memorização.
d. Montaigne acreditava que somente através da educação através da verdade seria possível a formação de um homem de Deus.
e. O seu pensamento está centrado da importância que os preceptores davam a educação burguesa,


domingo, fevereiro 18, 2018

NÃO DEIXE PARA A ÚLTIMA HORA

👉👉👉👉👉INCLUSIVE ASSESSORIA PARA HORAS COMPLEMENTARES👈👈👈👈
+++ valores acessíveis

ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL:
rmaschetti@gmail.com

quinta-feira, fevereiro 15, 2018

Contamos com sua colaboração diariamente!.

Nos ajude a continuar no ar GRATUITAMENTE ...
você não paga nada e também não custa nada, são apenas alguns segundos!

TEORIAS E PRÁTICAS DA PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL


QUESTÃO 1
Um documento muito importante para o progresso da Educação Especial foi especificamente a

a )Declaração de Salamanca (1994).
b )Constituição Brasileira (1988)
c )Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948)
d )Conferência Mundial de Educação para Todos (1990).

QUESTÃO 2
Para a Psicopedagogia, os conteúdos escolares devem

a )ter um fim em si mesmos
b )possuir objetivos imediatos.
c )estar a serviço da construção de habilidades cognitivas mais sofisticadas.
d )ser agrupados de maneira isolada.


QUESTÃO 3
O planejamento assume um papel importante na atividade docente quando

a )pode ser consultado pela equipe técnica
b )professor acredita na importância de sua intervenção para a promoção da aprendizagem e prevenção das dificuldades de aprendizagem
c )na sua ausência, pode ser executado por outro professor
d )é entregue em dia à coordenação

QUESTÃO 4
As protoaprendizagens dizem respeito às

a )concepções de mundo que se adquirem por meio da convivência com a família.
b )aprendizagens corretas que ocorrem no espaço escolar
c )aprendizagens que ocorrem por meio das relações afetivas com sua mãe.
d )aprendizagens que ocorrem a partir da interação da criança com a sua comunidade.


QUESTÃO 5
A anomia caracteriza-se

a )como o estágio mais avançado do desenvolvimento moral.
b )pela ausência da consciência moral e pela impossibilidade de compreensão das regras sociais e dos limites disciplinares
c )como uma atitude indisciplinada.
d )como o estágio que antecede a autonomia moral.

QUESTÃO 6
Para a Psicopedagogia, indisciplina conceitua-se como

a )incoerência entre a atitude e a tarefa proposta.
b )transgressão.
c )agressividade e repulsa pela tarefa escolar.
d )heteronomia moral.

QUESTÃO 7
Para enfrentar o desafio do fracasso escolar, é necessário que o professor

a )solicite avaliações clínicas de seu aluno
b )encaminhe o aluno que não aprende à equipe técnico-pedagógica da escola.
c )investigue o contexto sociocultural do aluno.
d )analise um conjunto de causas que podem ajudar a compreender o fracasso escolar dos alunos e reflita sobre as práticas pedagógicas utilizadas.

QUESTÃO 8
Uma reunião de pais, com enfoque psicopedagógico, deve

a ) considerar que os pais são parceiros da escola no processo de aprendizagem de seus filhos e que também são seres em processo de aprendizagem.
b ) apenas tratar de temas sobre desenvolvimento infantil.
c ) aproveitar a oportunidade para realizar entrevistas de anamnese sobre a vida da criança.
d ) ocupar-se da entrega de notas e resultados finais, bem como do repasse de informações gerais sobre os eventos da escola.

QUESTÃO 9
Quando analisamos as relações entre fracasso escolar e práticas pedagógicas, à luz da Psicopedagogia, concluímos que

a ) o fracasso escolar é resultante apenas de uma prática pedagógica ineficiente.
b ) as causas do fracasso escolar concentram-se na alfabetização inconsistente.
c ) por meio de uma prática pedagógica consistente, podemos diminuir os índices de fracasso escolar.
d ) não há nenhuma relação entre os dois fatores

QUESTÃO 10
A concepção curricular de toda e qualquer escola

a ) reflete uma concepção de homem, de educação e de sociedade.
b ) é integrada e oferece aprendizagens significativas.
c ) é crítica.
d ) é neutra e absoluta.


segunda-feira, fevereiro 12, 2018

Questões Concurso

Pedagogo

Prepare-se com questões de Pedagogo

Você acertou 5 questões de 10 (50%)
  1. Código da questão: Q19563Ca
    (FACET - 2016 - Prefeitura de Sobrado/PB - Pedagogo) - No que se refere à função social da escola, julgue as alternativas abaixo e assinale a INCORRETA. É função da escola:
    1. propiciar a socialização dos alunos.
    2. promover o desenvolvimento das capacidades cognitivas, afetivas, motoras, entre outras.
    3. oferecer uma formação numa perspectiva de construção da cidadania.
    4. assumir a valorização da cultura de sua própria comunidade e, ao mesmo tempo, buscar ultrapassar seus limites, propiciando às crianças de grupos sociais abastados o acesso tanto aos conhecimentos socialmente relevantes da cultura no âmbito nacional e regional como aos conhecimentos considerados patrimônio universal da humanidade.
    5. promover a democratização do conhecimento científico e uma formação voltada para o desenvolvimento da capacidade de pensar criticamente os problemas e desafios postos pela realidade social.
    6. Resposta do gabarito: d
      Sua resposta: d
  2. Código da questão: Q18668Ca
    Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão
    (IDHTEC - 2016 - Prefeitura de Itaquitinga/PE - Pedagogo) - No período “Todos dizem que houve negligência”:
    1. Há um sujeito oracional.
    2. Há uma oração que tem a função de objeto direto da oração principal.
    3. Há um objeto indireto regido de preposição.
    4. A primeira oração não tem sujeito.
    5. Há um verbo de ligação unindo duas orações.
    6. Resposta do gabarito: b
      Sua resposta: c
  3. Código da questão: Q18692Ca
    (IDHTEC - 2016 - Prefeitura de Itaquitinga/PE - Pedagogo) - A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9.394/96 ao tratar da proposta pedagógica da escola, também denominada de Projeto Político Pedagógico, determina:
    I. A participação dos profissionais da educação na elaboração da proposta pedagógica.
    II. A elaboração e execução da proposta pedagógica pelos estabelecimentos de ensino.
    III. A participação e execução da proposta pedagógica pelos pais e comunidade.
    IV. Os estabelecimentos de ensino devem informar aos pais e/ou responsáveis legais sobre a execução da proposta pedagógica.
    Estão corretas:
    1. Todas.
    2. I, II, III.
    3. I apenas.
    4. II apenas.
    5. I, II, IV.
    6. Resposta do gabarito: e
      Sua resposta: a
  4. Código da questão: Q9590Ca
    Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão
    (FUNCAB - 2013 - Prefeitura de Cacoal/RO - Pedagogo) - A ingenuidade de Macabéa é uma de suas características mais marcantes. Sobre como isso fica evidente no último parágrafo, analise as afirmativas a seguir.
    I. Macabéa considera que ela e Olímpico formavam um casal de classe em razão da posição social que tinham.
    II. O fato de Olímpico não se chamar de operário, pois ele trabalhava honestamente.
    III. Ela acreditava que uma datilógrafa e um metalúrgico “eram alguém no mundo”.
    Está(ão) correta(s) somente as afirmativas:
    1. I.
    2. II.
    3. III.
    4. I e II.
    5. I e III.
    6. Resposta do gabarito: e
      Sua resposta: e
  5. Código da questão: Q9637Ca
    (FUNCAB - 2013 - Prefeitura de Cacoal/RO - Pedagogo) - Não é só na Constituição que o direito à educação está posto. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) também dispõem sobre a obrigatoriedade e gratuidade da Educação. Garantir a educação para todos é um desafio de toda a sociedade e, um direito do cidadão. A esse respeito, Cury (2005), afirma que “o direito à educação parte do reconhecimento de que o saber sistemático é mais do que uma importante herança cultural. Como parte da herança cultural, o cidadão torna-se capaz de se apossar de padrões que permitirão maiores possibilidades de participar dos destinos de sua sociedade e colaborar na sua transformação”. Esses padrões são:
    1. cognitivos e sociais.
    2. informativos e formativos.
    3. formativos e sociais.
    4. cognitivos e formativos.
    5. informativos e sociais.
    6. Resposta do gabarito: d
      Sua resposta: a
  6. Código da questão: Q18669Ca
    Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão
    (IDHTEC - 2016 - Prefeitura de Itaquitinga/PE - Pedagogo) - Assinale a alternativa correta:
    1. “nos faz” poderia ser empregado no plural se o autor preferisse fazer a concordância com “rejeitos de minérios”.
    2. “esse desastre” concorda com “o rompimento da barragem”.
    3. “afirma” só pode concordar com o núcleo do sujeito “a maioria”.
    4. “sinais” retoma “rompimentos”.
    5. “delas”, “duas” e “todas” referem-se a “barragens”.
    6. Resposta do gabarito: e
      Sua resposta: a
  7. Código da questão: Q30871Ca
    (IBEG - 2016 - Prefeitura de Mendes/RJ - Pedagogo) - Com relação às teorias pedagógicas, marque a alternativa referente à tendência pedagógica que defendia as seguintes ideias: “a escola está voltada para a formação de atitudes, razão pela qual deve estar preocupada com os problemas psicológicos e não com os pedagógicos ou sociais; o objetivo do trabalho escolar se esgota nos processos de melhor relacionamento interpessoal, como condição para o crescimento pessoal; a motivação resulta do desejo de adequação pessoal na busca da autorrealização; privilegia-se a autoavaliação”.
    1. Tendência Progressista Crítico-Social dos Conteúdos
    2. Tendência Progressista Libertadora
    3. Tendência Liberal Tradicional
    4. Tendência Liberal Renovada Progressivista
    5. Tendência Liberal Renovada Não-diretiva
    6. Resposta do gabarito: e
      Sua resposta: b
  8. Código da questão: Q9610Ca
    (FUNCAB - 2013 - Prefeitura de Cacoal/RO - Pedagogo) - A morte de Hugo Chávez, presidente da Venezuela, em março de 2013, abre um período de incertezas não só para o país, mas também para outras nações latino-americanas que seguiam de perto as políticas desenvolvidas pelo líder venezuelano.
    Apesar das incertezas e dos questionamentos sobre o processo eleitoral naquele país, um novo presidente foi eleito em abril de 2013. O presidente eleito da Venezuela é:
    1. Henrique Capriles.
    2. Evo Morales.
    3. Nicolás Maduro.
    4. Juan Manoel Santos.
    5. José Mujica.
    6. Resposta do gabarito: c
      Sua resposta: c
  9. Código da questão: Q19556Ca
    (FACET - 2016 - Prefeitura de Sobrado/PB - Pedagogo) - As contribuições dos estudos relacionados aos paradigmas educacionais modernos e contemporâneos podem ser agrupados nas seguintes ideias:
    I. O impacto da linguagem da informática na reorganização dos saberes e das disciplinas acadêmicas.
    II. A hipótese do fim das metanarrativas e suas implicações na articulação entre fins e valores da educação.
    III. As formas atuais de legitimação do conhecimento, o papel das universidades, das empresas e das instituições financiadoras de pesquisa nesse processo.
    IV. A construção de novas subjetividades e as possibilidades nela inscritas de democratização da sociedade. Entendendo por democracia não tanto seu aspecto formal, mas a possibilidade efetiva de a maioria da população participar das decisões que orientam as políticas públicas.
    Estão corretas:
    1. II, III.
    2. I, II, III.
    3. I, II, IV.
    4. II, III, IV.
    5. I, II, III, IV.
    6. Resposta do gabarito: e
      Sua resposta: e
  10. Código da questão: Q9629Ca
    (FUNCAB - 2013 - Prefeitura de Cacoal/RO - Pedagogo) - As pesquisas mais recentes em desenvolvimento cognitivo e neuropsicologia sugerem que as habilidades cognitivas são bem mais diferenciadas e mais específicas do que se acreditava e questiona a tradicional visão da inteligência, visão que enfatizava s o m e n t e a s h a b i l i d a d e s l i n g u í s t i c a e lógico-matemática, mensuradas através de testes psicométricos. Acredita-se, hoje, que o sistema nervoso seja altamente diferenciado e que diferentes centros neurais processem diferentes tipos de informação favorecendo múltiplas inteligências. Assinale o teórico responsável pelas pesquisas citadas no enunciado.
    1. Jean Piaget.
    2. Levi Vygotsky.
    3. Alexander Luria.
    4. Howard Gardner.
    5. Henri Wallon.
    6. Resposta do gabarito: d
      Sua resposta: d

quinta-feira, fevereiro 08, 2018

Tópicos importantes - Legislação Educacional




• A legislação educacional brasileira é marcada pelo caráter flexível, considerando-se a autonomia atribuída aos sistemas de ensino e às suas respectivas redes.

• No Brasil, a organização dos sistemas de ensino sustenta-se na definição de áreas prioritárias de atuação e na preocupação em instituir um regime de colaboração entre eles cabendo aos Municípios atuar prioritariamente no ensino fundamental e no ensino infantil, aos Estados e ao Distrito Federal compete atuarem no ensino fundamental e médio.

• A Constituição Federal evidencia a preocupação com o papel da educação em promover a integração nacional, além da preservação das peculiaridades regionais, mediante previsão de conteúdos mínimos para o ensino fundamental, visando formação básica comum e respeito a valores culturais e artísticos, nacionais e regionais.

• A Constituição Federal de 1988 determina que os sistemas de ensino brasileiro sejam organizados em regime de colaboração entre a União, os Estados e o Distrito Federal (art. 211, § 1 a 4):

• A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n.º 9.394/96) divide a educação escolar brasileira em dois grandes níveis: educação básica e educação superior.

• A educação básica “tem por finalidade desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação
comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no
trabalho e em estudos posteriores”.

• A educação básica é dividida em três etapas: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio;

• O acesso ao ensino fundamental é direito público subjetivo, podendo qualquer cidadão, grupo de cidadãos, associação comunitária, organização sindical, entidade de classe ou outra, legalmente constituída, e ainda o Ministério Público, acionar o Poder Público para exigi-lo.

• A educação infantil, etapa inicial da educação básica, tem por finalidade “o desenvolvimento integral da criança até os seis anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade” (art. 29).

• A educação infantil é oferecida em creches, para crianças de zero a três anos de idade, e pré- -escolas, para crianças de quatro a seis anos.

• O ensino fundamental, etapa intermediária da educação básica, tem como objetivo principal a formação básica do cidadão, tem duração de nove anos, é obrigatório e gratuito na escola pública a partir dos seis anos de idade.

• A oferta do ensino fundamental também é gratuita àqueles que não tiveram acesso ao ensino na idade própria.

• O ensino médio visa à consolidação e aprofundamento dos objetivos adquiridos no ensino
fundamental. Tem a duração mínima de três anos, com ingresso a partir dos quinze anos de
idade.

• A educação superior tem como finalidades: estimular à criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo e incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia e da criação e difusão da cultura.

• São modalidades de ensino: educação profissional, educação especial e educação de jovens
e adultos.

• A Educação especial deve ser oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para
educandos portadores de necessidades especiais.

• A Educação de jovens e adultos é destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria.

• Educação profissional: que, integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia, conduz ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva.

É destinada ao aluno matriculado ou egresso do ensino fundamental, médio e superior,
bem como ao trabalhador em geral, jovem ou adulto (art. 39).

• A LDB 9394/96, em seu art. 78, determina a educação escolar bilíngue e intercultural para ascomunidades indígenas.


PARTE II

• A União deve estabelecer, em colaboração com os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, competências e diretrizes para a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio, que nortearão os currículos e seus conteúdos mínimos, de modo a assegurar formação básica comum.

• A Educação Básica deve ser oferecida em séries anuais, períodos semestrais, ciclos, alternância regular de períodos de estudos, grupos não-seriados, com base na idade, na competência e em outros critérios, ou por forma diversa de organização, sempre que o interesse do processo de aprendizagem assim o recomendar.

• Os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser
complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela.

• As DCN, documentos com caráter de obrigatoriedade por força de Lei, são o conjunto de definições doutrinárias sobre princípios, fundamentos e procedimento da educação básica, expressas pela Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, que orientarão as escolas brasileiras dos sistemas de ensino na organização, articulação, desenvolvimento e avaliação de suas propostas pedagógicas (CNE: Resolução/CEB nº 2, 7/04/1998).

• A organização da proposta curricular deve assegurar o entendimento de currículo como experiências escolares desdobradas em torno do conhecimento, perpassadas pelas relações
sociais. 

• O percurso formativo deve ser aberto e contextualizado.

PARTE III

• A estrutura e a organização da educação nacional não dispensam a legislação como fio condutor como institucionalização lícita das políticas oficiais.

• A educação escolar prima pela promoção da igualdade, da perspectiva social, e pela universalização do ensino a partir da possibilidade de formação do sujeito de modo a garantir-lhe o acesso ao desenvolvimento e ao conhecimento.

• A recente estrutura e funcionamento da educação brasileira provêm da Lei de Diretrizes e
Bases da Educação Nacional (Lei n.º 9.394/96) que, por sua vez, se junta à Constituição Federal de 1988 e às orientações gerais do Plano Nacional de Educação (Lei 10.172/2001) bem como às respectivas Emendas Constitucionais em vigência.

• A ideia de formação comum pode ser entendida como um todo integral e integrado de conhecimentos em condições de aprimorar a habilidade de cada um de se colocar no espaço
social, no espaço de trabalho, nas relações produtivas e na construção de sua vida particular
e coletiva.

• A formação comum se viabiliza por meio de uma base comum de conteúdos e de aprendizagem.

• A relação trabalho e educação, proposta pela LDB, pode constituir-se num caminho de acesso à plenitude da democracia através de uma concepção educacional que se paute na intenção de formar sujeitos conscientes de sua inserção social e de suas possibilidades no espaço social.

• Entende-se a universalização do ensino para as diferentes fases da vida, através da educação infantil, como primeira etapa da educação básica, do ensino fundamental como ensino obrigatório e do ensino médio como etapa e espaço de culminância de um processo que se baseia na articulação entre suas partes, integrado inclusive ao ensino superior.

• A proposta pedagógica da educação infantil deve considerar o bem-estar da criança, seu grau de desenvolvimento, a diversidade cultural das populações infantis, os conhecimentos a serem universalizados e o regime de atendimento a ser oferecido pelas instituições educacionais (tempo integral ou parcial).

• O ensino fundamental, segunda etapa da educação básica, que apresenta como maior objetivo a formação básica do cidadão, tem duração de nove anos (Lei 11.274, de 06 de fevereiro de 2006), e é obrigatório e gratuito na escola pública a partir dos seis anos de idade.

• O ensino médio, etapa final da educação básica, tem por objetivo materializar e radicar os objetivos e habilidades construídas e consolidadas no ensino fundamental. Esta etapa da educação básica, ao longo do tempo vem buscando sua identidade, uma vez que num momento da história lhe é delegada a função propedêutica, noutro momento o atendimento
ao mercado de trabalho.

• O ensino médio tem a finalidade de preservar o caráter unitário da educação a partir da proposta de educação geral e desempenha a função de colaborar para que a juventude aprofunde e solidifique os conhecimentos até então adquiridos, bem como a condição de permitir o acesso à educação profissionalizante, seja ele técnico ou no nível superior.

• A educação superior abrange cursos sequenciais nos diversos campos do saber, cursos de graduação, de pós-graduação e de extensão. O acesso à educação superior ocorre a partir dos 18 anos, através de processo seletivo, e o número de anos de estudo varia de acordo com os cursos, sua natureza e sua complexidade.

• A educação de jovens e adultos vem ganhando reconhecimento, como direito, desde a década de 1930. Sua relevância acentua-se com os movimentos de cultura popular dos anos 60, com o Mobral (Movimento brasileiro de alfabetização), com o ensino supletivo, apresentado no governo militar a partir da lei 5.692/71, e com a Fundação Educar, proposta pela Nova República, o que se deu a partir de 1985.

• O Parecer 1.132/97 entende que o atendimento a EJA, por parte dos dispositivos legais, retrata a importância do direito à educação e o dever do Estado de garantir a oferta de educação escolar regular para jovens e adultos, com características e modalidades adequadas às suas necessidades e disponibilidades.

• O art. 58 da LDB9394/96 entende por educação especial, para os efeitos desta Lei, a modalidade de educação escolar, oferecida preferencialmente na rede regular de ensino para educandos portadores de necessidades especiais.

• A educação especial, que tem início com a educação infantil, pode abranger todas as etapas
do ensino (Parecer CEE/MG 1.132/97).

• Para o MEC, a educação especial é uma modalidade de educação escolar, considerada como um conjunto de recursos educacionais e de estratégias de apoio que estejam à disposição de todos os alunos, oferecendo alternativas diferentes de atendimento.

• O Parecer 1.132/97 orienta que a escola de ensino regular precisará dispor de serviços de apoio especializado para atender às peculiaridades da clientela de educação especial na qual os alunos em condições específicas serão atendidos em classes, escolas ou serviços especializados.

• A partir da Constituição de 1988, a política nacional indigenista que tinha caráter homogeneizador e integracionista, direciona-se para novos valores a partir dos quais os povos indígenas passam a ser considerados sujeitos de direito.

• A LDB 9394/96, no art. 28, diz que, na oferta de educação básica para a população rural, os sistemas de ensino promoverão as adaptações necessárias à sua adequação às peculiaridades da vida rural e de cada região, especialmente, nos conteúdos curriculares e metodologias apropriadas às reais necessidades e interesses dos alunos da zona rural; na organização escolar própria, incluindo adequação do calendário escolar às fases do ciclo agrícola e às condições climáticas e na adequação à natureza do trabalho na zona rural.

• A educação profissional, a partir da LDB/96, passa a ser considerada complementar a educação básica e pode ser desenvolvida em escolas, em instituições especializadas ou no próprio ambiente de trabalho. Esta modalidade de educação, integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia, conduz ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva.

• O acesso à educação profissional é possível ao aluno matriculado ou egresso do ensino fundamental, médio e superior, assim como ao trabalhador em geral. As instituições de educação profissional deverão oferecer, além de seus cursos regulares, cursos especiais, abertos à comunidade.

• A educação a distância é a modalidade de ensino que permite o rompimento da barreira física e cronológica de modo que os sujeitos envolvidos no processo não precisem estar fisicamente presentes em um ambiente formal de ensino-aprendizagem, assim como também permite que o aluno estude autonomamente e em horários condizentes com sua disponibilidade.

• Com as modificações postas pelo FUNDEB, este atenderá não só o Ensino Fundamental, mas também a Educação Infantil, o Ensino Médio e a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Essa nova demanda exigirá dos Estados, e principalmente dos Municípios, um sério planejamento de sua estrutura física e de recursos humanos a fim de que se tornem capazes de oferecer um ensino de qualidade.

• Uma das principais características do FUNDEB é a distribuição de recursos com base no número de alunos da educação básica e o repasse automático feito pelo Banco do Brasil nas datas de dez, vinte e trinta de cada mês.

PARTE IV

• A escola apresenta em sua organização uma estrutura administrativa, pedagógica e financeira.

• A organização administrativa, pedagógica e financeira da escola é planejada tendo em vista
a necessidade do cumprimento do seu papel.

• Na sua organização administrativa pedagógica e financeira a escola possui os seguintes documentos: regimento escolar, projeto político-pedagógico e estatuto da caixa escolar.

• Possui os seguintes conselhos: colegiado escolar, conselho de classe, caixa escolar e comissão de avaliação de desempenho.

• O regimento da escola é a sua lei interna, significa a direção, a governança da escola, ou seja, um conjunto de regras que definem normas de conduta, estabelecendo a ordem de funcionamento.

Para a sua elaboração deverão ser levadas em conta as normas estaduais e federais. 

• O colegiado escolar em Minas Gerais é o órgão representativo da comunidade escolar com a participação de professor de educação básica regente de turmas e de aulas, professor de educação básica que exerce outras funções, especialista em educação básica e demais servidores das outras carreiras, que constituem o segmento de profissionais em exercício na
escola. 

• Participam também do colegiado escolar os alunos regularmente matriculados e frequentes no ensino médio e alunos de quaisquer níveis de ensino com idade igual ou superior a 16 anos, pai ou responsável por aluno menor de 16 anos regularmente matriculado e frequente no ensino fundamental que constituem a comunidade atendida pela escola. 

• Não há participação de alunos nas escolas que funcionam em penitenciárias; o colegiado escolar é composto apenas por representantes das categorias profissionais em exercício na escola.

• A caixa escolar é uma associação civil com personalidade jurídica própria para fins não econômicos cujo objetivo é o de gerenciar recursos financeiros necessários à realização do processo educativo escolar. Está inscrita no CNPJ, registrada no Cartório de Títulos e Documentos de Pessoa Jurídica.

• A Caixa Escolar administra os recursos próprios e transferidos pela União, Estados e Municípios no cumprimento dos objetivos pedagógicos da escola.

• A ética profissional pode ser entendida como um trabalho competente desenvolvido no dia a dia do trabalho pedagógico. Isso implica na busca do alto aperfeiçoamento, no gosto pelo que faz, em ter a vaidade de ser um bom professor, desejar o sucesso do aluno e ainda construir oportunidades de aprendizagens dinâmicas que favoreçam o desenvolvimento de habilidades cada vez mais complexas.

• O projeto político-pedagógico ou proposta pedagógica estabelece as diretrizes pedagógicas da instituição escolar que significa definir a identidade pedagógica da escola, sua finalidade e sua estrutura organizacional; as relações de trabalho; os processos de decisão; o tempo escolar; a organização dos alunos; os conteúdos curriculares; os procedimentos didáticos; a concepção metodológica da ação pedagógica; as estratégias de trabalho; as estratégias de avaliação; definir as formas de realização da recuperação dos alunos de baixo rendimento escolar; as atividades culturais e comemorações cívicas que farão parte do calendário escolar.

• O conselho de classe é composto por professores da turma e especialistas da educação envolvidos no processo de ensino-aprendizagem cujo objetivo é avaliar a aprendizagem dos
alunos e apresentar sugestão coletiva para os problemas de aprendizagem diagnosticados pelos diversos profissionais que atuam diretamente na turma avaliada.

• A avaliação de desempenho dos profissionais da educação foi introduzida a partir da lei de
diretrizes e bases da educação nacional como condição para o crescimento na carreira. No Estado de Minas Gerais, com base na autonomia do estado para baixar normas complementares para o seu sistema de ensino, foram implantadas duas modalidades de avaliação de desempenho: a avaliação de desempenho individual e a avaliação de desempenho especial.


INCLUSIVE HORAS COMPLEMENTARES.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...